Investir em banco ou corretora?

Talvez essa seja uma das principais dúvidas do investidor iniciante, por onde devo começar? Banco? Corretora? Este texto foi feito visando te ajudar nessa tomada de decisão.

Comodidade x Rendimento

Investir pelo seu banco é uma boa opção para aquelas pessoas que gostam de ter todos os seus investimentos no mesmo lugar. É cômodo deixar em uma mesma conta a poupança, fundos de investimentos, CDBs, LCIs, não é verdade?

Contudo, essa pode não ser a opção mais rentável para os seus investimentos. Grandes bancos costumar oferecer rendimentos inferiores e cobrar taxas superiores em relação ao que encontramos nas corretoras.

Isso acontece porque os grandes bancos apresentam resultados financeiros melhores, ou seja, apresentam menos risco para o investidor que optar por investir nessa instituição. O exemplo disso são bancos com péssimos resultados financeiros que oferecem CDBs acima de 130% do CDI.

Rentabilidade e Diversificação

As corretoras, por sua vez, disponibilizam uma variedade bem superior de investimentos do que comumente encontramos em um banco, essa é uma grande estratégia para atrair investidores.

Ao contrário do bancos, que possuem taxas para toda operação na conta, a corretora ganha dinheiro quanto mais o investidor compra títulos ou ações. Sendo assim, o serviço disponível para investimentos costuma ser superior que o banco tradicional.

Além disso, como a competição entre corretoras é bem alta, as corretoras estão cada vez mais diminuindo ou extinguindo a cobrança de algumas taxas, favorecendo todos os seus clientes. Por exemplo, as principais corretoras do país já não cobram mais taxas de custódia para nenhum tipo de renda fixa.

Balanço é o segredo do sucesso

Eu, por exemplo, gosto de deixar um montante em fundos de renda fixa no meu banco porque isso me exime da cobrança de manutenção de conta, um valor que, se colocado na ponta do lápis, me gera uma economia de quase R$ 1.000 por ano. Em outras palavras, utilizo meu banco para manter a minha Reserva de Emergência. Uma vez que tenho o dinheiro que preciso para emergência com baixa automática em minha conta.

Os meus outros investimentos deixo em diversas corretoras para que eu encontre o melhor rendimento e taxas inferiores, tais como: ações, CDBs, Fundos Imobiliários, LCIs, etc…

Se me perguntar qual corretora eu utilizo, eu utilizo 3. Isso mesmo, 3 corretoras diferentes. Uma para cada benefício que ela me oferece. Seja isenção de taxas, corretagem mais barata ou opções com rentabilidades maiores.

Quer saber como eu escolho minhas corretoras? Assina a Newsletter do Carteira de Sucesso e fique ligado nos próximos conteúdos!

Caso você queira ver minha opinião em vídeo, acesse o meu perfil do Instagram e procure o vídeo fixado na página inicial.

 

Comentários