A importância de acompanhar seus investimentos

Tão importante quanto investir muito bem, devemos acompanhar periodicamente todos os nossos investimentos. Particularmente, eu faço uma divisão de como eu acompanho os meus investimentos. Acompanho diariamente ativos que sofrem grandes oscilações diárias, ativos de médio risco podem ser vistos semanalmente e, não menos importantes, os conservadores eu verifico quanto rendeu no último mês.

Como acompanho as ações que invisto?

Não há um manual de como acompanhar ações, ainda mais porque há diversas possibilidades de como investirmos nesse ativo. Desde investidores que realizam operações diárias – day trade -, até pessoas que ficam semanas – swing trade – , meses ou anos até desfazerem suas posições – position trade -. Prometo disponibilizar um texto sobre cada modalidade.

Eu não sou day trader, primeiramente porque é uma profissão e não uma escolha, exigindo atenção total durante todo o pregão. Eu compro ações que escolho a dedo e procuro manter elas por meses ou até mesmo anos, recebendo seus dividendos e curtindo a valorização do seu preço até um patamar que me parece interessante vender minha posição.

Apesar de não operar diariamente, acompanho o preço diversas vezes ao longo do dia, especialmente quando o pregão começa, no meu horário de almoço e no final do dia. Olhadas rápidas para ver se está tudo certo e que não atrapalha o andamento do meu dia.

Como acompanho meus fundos de investimentos?

Como a cotização de um fundo de investimento é diário, ou seja, somente saberei dos resultados de hoje no dia de amanhã, eu sempre abro as minhas contas e verifico a cotização do dia. Procuro alguma notícia relacionada caso tenha notado alguma queda inesperada e decido se manterei ou não posição naquele fundo.

Essa minha estratégia é bastante utilizada nos meus fundos mais arriscados, como fundos de ações, multimercados ou fundos de capital privado.

Devo acompanhar rendimentos de renda fixa?

Não é porque a Renda Fixa não varia muito que deve ser deixada de lado. Especialmente se estamos considerando fundos de investimentos em Renda Fixa. Que podem por muitas vezes render abaixo da inflação.

Apesar de muitos investimentos que tenho serem atrelados ao CDI – CDBs e LCIs -, procuro sempre acompanhar o rendimento dos meus títulos, procurando sempre utilizar boas opções que fiz no passado para me nortear em novos investimentos. Foi assim que deixei de investir em algumas modalidades de Renda Fixa que deixaram que ser interessante para mim. Prometo falar disso no futuro também.

E como unifico tudo isso?

Como eu acompanho meus investimentos de formas distintas e acompanhar tudo era um problema, eu busquei uma solução para integrar todos os meus investimentos em uma planilha para me mostrar uma visão unificada. Essa planilha desenvolvida por mim é disponibilizada para todos os alunos. Se você se interessou, inscreva-se aqui.

Nesta planilha eu dividi os meus investimentos em 4 categorias:

  • Renda Fixa
  • Multimercados
  • Renda Variável
  • Reserva de Emergência

Após a atualização mensal dos valores de cada investimento, que me permite mensurar o percentual de variação de cada um, consigo avaliar novas compras ou vendas para o novo período mensal. Faço esse acompanhamento todo dia 10, e me ajuda muito.

Gostou do texto? Assine a Newsletter do Carteira de Sucesso!

Quer ficar por dentro das novidades, acesse o meu perfil do Instagram e não perca nenhum conteúdo.

 

Comentários